31
Jan 07

Não concordo que as mulheres e os homens se deixem levar pela loucura do sexo, e nem pensem nas consequências que as suas acções poderão vir a ter. Não concordo que uma mulher se deixe engravidar porque o preservativo se rompeu, ou porque optava pelo coito interrompido. Não é justo, para pessoas mais conscientes da realidade, ouvir barbaridades destas, junto com um “foi um acidente”... Raiva...

Mas o que é certo é que há mulheres a ir a locais sem segurança higiénica (e não só) para que lhe façam um aborto. Eu não estou a dizer que pode haver mulheres a fazer isto, não... É uma realidade! Há, e irá continuar a haver mesmo que dia 11 se decida pelo não...

Se há mulheres a recorrer a estes meios, é porque não têm alternativa. Emprenharam... E agora?

Não tenho idade, não tenho dinheiro, não me apetece, os meus pais matavam-me, etc... Por qualquer destes motivos recorrem ao aborto.

E cabe a cada um de nós, decidir se estas mulheres que não querem ter um filho, podem fazer o que querem, sem correr risco de vida…

Além disso, se esta intervenção é feita por pessoas que podem não estar seguras do que fazem, sem recorrer a exames, ficamos sem saber se este feto tinha 1 mês, 2, 3, 4, 5… Bem…

Se for legalizado, será controlado, com regras, com acompanhamento adequado.

Ainda há outra coisa… Estamos numa democracia, em que temos o direito de dizer o que pensamos, por isso senhores defensores do não, parem de riscar cartazes que vão contra as vossas ideias! Espero que fiquem muito revoltados com a decisão de dia 11! Sim, para que as mulheres deste país deixem de morrer por este motivo… E espero que nunca sintam na pele a perda de alguém querido, só porque não podia ter uma criança…

 

 

 

Dia 11 de Fevereiro

 

Pensem.... Só um bocadinho... Vá lá... Bastam 5 minutos, e verão que é muito lógico!

publicado por Bolota às 14:11
tags:

9 comentários:
dia 11.. SIM! =)
Filipa a 31 de Janeiro de 2007 às 15:07

Decididamente há muitas mulheres que deviam ter abortado
anónimo a 31 de Janeiro de 2007 às 15:27

Se calhar a sua mãe devia ter sido uma delas.....
Anónimo a 31 de Janeiro de 2007 às 18:40

Podes crer... Eu é que sou mesmo estúpida......
Bolota a 31 de Janeiro de 2007 às 18:57

O que me irrita nas pessoas que têm opiniões diferentes da minha (por exemplo) é não saberem aceitar que os outros pensem diferente... a Bolota neste post não critica ninguém que seja contra a IVG ou a favor apena expõem uma opinião.
Filipa a 31 de Janeiro de 2007 às 22:08

Cara Lipa
Por vezes a forma de emitir opinião encerra uma critica violenta. A da Bolota não é violenta mas é uma critica. Eu acho que aquilo que "anónimo" quis foi dar-lhe uma imagem do que seria da Bolota ( e de todos nós) se a mãe da Bolota tivesse abortado. Por vezes o impulso emotivo de ir atrás não é o melhor conselheiro. Eu sou um bom exemplo disso, porque durante muitos anos era a favor, até vir o primeiro referendo e ser "obrigado" a pensar a sério sobre o assunto. Alterei o meu "projecto" de Sim para um pensado e amaduredido Não!
Isto é uma opinião!
Sonhos bons

UAU! A inteligencia dos "anonimos" que dizem coisas tão profundas como "A sua mãe devia ter sido uma delas" só me deixa mais certa de que realmente a estupidez é mto mais fascinante que a inteligencia... é que a estupidez não tem mesmo limites.

Enfim.... SIM! e Sim é bastante lógico.
Daniela a 1 de Fevereiro de 2007 às 15:05

http://www.ueline.uevora.pt/newsDetail.asp?channelId=7660D4C3-A594-41AC-B3CD-073A1B8BB9A3&contentId=1BC36429-C849-4D69-892F-8E326BA6DC94

É um link para um artigo bem escrito de alguém com opinião igual à minha...
Pedro a 2 de Fevereiro de 2007 às 22:51

Votei NÃO! Que fique já esclarecido. Não, não risquei cartazes do Sim! (Mas Bolotinha por certo o mesmo aconteceu com os cartazes do Não)
Não, não fiquei revoltado com a derrota. Fiquei pensativo e desiludido por perceber que neste Portugal cada vez mais as pessoas pensam menos, cada vez máis se pensa no imediato no Hoje! e não em Construir, Educar, e no Amanhã.
estamos a perder a nossa identidade, as nossas tradições, somos cada vez menos portugueses.
Sei de perdas de muitas crianças pq as mães em atitudes de estupidez emocional resolveram sem autorização, nem consulta aos PAIs resolveram abortar-
Bolota como em tudo há duas perspectivas sem conhecermos o outro lado não podemos valorizar as posições antagónicas á nossa. Eu percebo e compreendo o SIM. Mas não concordo, pensei muito conversei muito e votei NÃO!
sonhos nostalgicos
Sonhador de Alpendre a 28 de Fevereiro de 2007 às 09:58

Janeiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

7 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO