31
Jan 07

Não concordo que as mulheres e os homens se deixem levar pela loucura do sexo, e nem pensem nas consequências que as suas acções poderão vir a ter. Não concordo que uma mulher se deixe engravidar porque o preservativo se rompeu, ou porque optava pelo coito interrompido. Não é justo, para pessoas mais conscientes da realidade, ouvir barbaridades destas, junto com um “foi um acidente”... Raiva...

Mas o que é certo é que há mulheres a ir a locais sem segurança higiénica (e não só) para que lhe façam um aborto. Eu não estou a dizer que pode haver mulheres a fazer isto, não... É uma realidade! Há, e irá continuar a haver mesmo que dia 11 se decida pelo não...

Se há mulheres a recorrer a estes meios, é porque não têm alternativa. Emprenharam... E agora?

Não tenho idade, não tenho dinheiro, não me apetece, os meus pais matavam-me, etc... Por qualquer destes motivos recorrem ao aborto.

E cabe a cada um de nós, decidir se estas mulheres que não querem ter um filho, podem fazer o que querem, sem correr risco de vida…

Além disso, se esta intervenção é feita por pessoas que podem não estar seguras do que fazem, sem recorrer a exames, ficamos sem saber se este feto tinha 1 mês, 2, 3, 4, 5… Bem…

Se for legalizado, será controlado, com regras, com acompanhamento adequado.

Ainda há outra coisa… Estamos numa democracia, em que temos o direito de dizer o que pensamos, por isso senhores defensores do não, parem de riscar cartazes que vão contra as vossas ideias! Espero que fiquem muito revoltados com a decisão de dia 11! Sim, para que as mulheres deste país deixem de morrer por este motivo… E espero que nunca sintam na pele a perda de alguém querido, só porque não podia ter uma criança…

 

 

 

Dia 11 de Fevereiro

 

Pensem.... Só um bocadinho... Vá lá... Bastam 5 minutos, e verão que é muito lógico!

publicado por Bolota às 14:11
tags:

          Querido Toy… Por palavras mais ou menos tuas:

 

          Se excedermos a velocidade nas estradas, haverá alguém que nos multará. É obrigatório que as rádios portuguesas passem 50% de música portuguesa, se não o fazem… Onde está a autoridade que passa a multa?

 

          Meu querido Toy, queria dizer-te uma coisa muito importante… Passa música portuguesa na rádio… Claro que sim… Mas 50%?? Onde é que há toda essa quantidade de música portuguesa, com qualidade suficiente para passar numa rádio portuguesa com muitos ouvintes? Porque se estás a falar de rádios locais, verás que é muito mais do que 50%!

          Agora se estás à espera que uma RFM, uma Comercial, ou uma Antena 3, vá à tua discografia escolher a música para passar, estás perfeitamente (e felizmente) enganado. Se algum dia a tua música passar uma destas rádios, ou mudaste muito o estilo, ou está tudo doido…

          Querido… Eu ouvi a tua ultima música… Era não sei quê sou feliz por ter várias mulheres… Provavelmente nem foste tu a escrever a música… O que torna as coisas piores… Estamos aqui a falar de um homem que escreve uma letra a dizer que gosta de ter várias mulheres (o que só por si mete nojo a qualquer mulher), e depois vende essa letra a outro homem que sem pensar duas vezes a canta!!! Aposto que até bateste palmas à espectacular letra!

                                                            Djiza-se!

           Vamos lá a ver… Ainda bem que não há ninguém a averiguar se os ouvintes ouvem o que está nas regras! Senão ainda seríamos obrigados a ouvir tesourinhos desse género, que metem nojo!

 

 

publicado por Bolota às 13:57
sinto-me:

05
Jan 07

          O governo é o patrão de muita gente, mas é um patrão bem manso! Não sabe, nem quer saber, se os seus empregados, ou seja, as pessoas a quem paga para fazer um determinado trabalho, estão realmente a fazê-lo! Até há um provérbio que diz assim: “Patrão fora, dia santo na loja”... ora se o governo é o patrão, mas este está sempre fora, a loja está sempre em dia santo...


          Como é que é possível, estar um papel num sitio para ser enviado para outro sitio (se fosse transportado de bicicleta demorava uns 3 dias, no caso de ser uma pessoa em baixo de forma), para se poder preencher outro papel (que demora 5 minutos a preencher), e todo este processo demorar 1 ano!!!! Ou seja, passado 1 ano, recebo um postal para ir buscar o ultimo papel de que falei. Fui lá....e...surpresa!!! Tive que esperar que a senhora empregada do governo preenchesse a tal folhinha dos 5 minutos... ou seja, 1 ano para fazer o transporte de uma folha!!! Isto é o cúmulo!

          Neste mesmo sitio (onde estive algum tempo à espera, que não foram só 5 minutos, pois ainda tive que pagar, e bem este belo serviço do governo) estava um senhor, também empregado do governo, que esteve este tempo todo sentado em frente à sua secretária, com uns papéis lá em cima (por acaso muito bem arrumados), e sem fazer nada a não ser olhar em volta... Ver os outros a trabalhar para o governo! Acho bem... No dia seguinte fizeram greve... Ui!


          Também frequento um sitio que é excelente para ver mais preciosidades deste género... a Universidade! O patrão continua o mesmo, mas neste caso temos um empregado do estado intermédio... o Reitor... e mesmo assim temos casos em que dá vontade é de... coiso! Sei lá! Xi!

         

          Como é que é possível termos um professor, que só diz asneiras (no contexto do nosso curso), demora 2 meses a corrigir testes!!! e atenção! É PAGO para isto... se eu fosse paga pra isso, conseguia ter uns 4 empregos... e com tardes livres...


          Há outro que fala (acredito que diz coisas de jeito) mas não se percebe nada... Gostávamos de perceber o senhor, mas é impossível...


          E ainda outro, que não tem respeito por nós... Mesmo... E depois ainda falam de violência nas escolas! Este merecia! Então nós pedimos ajuda a este empregado do governo, ele vem ter connosco, nós fazemos a pergunta, ele começa a responder, e quando passam meninas (BOAS) ao lado, cala-se, cola os olhos nas nalgas das meninas, e só depois de desaparecerem no horizonte volta à sua explicação... Ou também no caso de responder a uma coisa num dia, e no dia seguinte dizer que aquilo está tudo mal e que não foi ele a dizer aquilo... Ou nem responder ao que perguntamos... Tudo coisas que nos atrasam a vida e irritam a ponto de lhe querer mal... mas muito mal mesmo...


          Governo! Vai à tua loja, vê, e confirma isto que te digo... Reage ou um dia estamos perdidos... e olha que o dia pode ser já amanhã...


publicado por Bolota às 01:35
sinto-me: enganada...

Janeiro 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

7 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO